João Dias Parlamento

“Muito acompanhamento, exigência e trabalho realizado em 2020 em defesa da região”, referiu o deputado João Dias, caracterizado o ano que está a chegar ao fim. Neste contexto identificou algumas conquistas alcançadas para o distrito, como são o caso da “construção da Escola Secundária de Serpa” e “mais médicos de família”.

2021, avançou João Dias, será “para prosseguir a luta em diversas áreas, nas acessibilidades, nomeadamente o IP8, com a sua conclusão até Beja e depois até Vila Verde de Ficalho e a ferrovia, até à Funcheira. Na área da saúde a exigência vai continuar a ser a construção da 2ª fase do Hospital de Beja”. O próximo ano, frisou João Dias, é “determinante” para “fazer projetos que possam merecer financiamento, ou seja aceder a apoios no quadro comunitário 2030”.

E o ano de 2020 termina para o deputado do PCP com a realização de um requerimento ao Ministério da Saúde a questionar a tutela sobre o facto, da Unidade de Saúde Pública da ULSBA estar sem médicos.

O deputado quer saber: “Como justifica o Governo que, num momento particularmente difícil em que estamos confrontados com uma grave pandemia, a Unidade de Saúde Pública da ULSBA tenha ficado de um dia para o outro sem médicos?; Que medidas vai o Governo tomar para que a Unidade de Saúde Pública seja dotada dos médicos da respetiva especialidade?”. E “Face à ausência de médicos de Saúde Pública na USP qual foi a solução encontrada para responder ao problema criado?”.


Comente esta notícia