DORBE PCP

João Dias, da DORBE do PCP, identifica os aspetos em que o OE para 2019 esquece a região, relevando o facto de ficarem de fora os investimentos na rodovia e ferrovia e da saúde ser sujeita a um corte de 650 mil euros.

A DORBE do PCP chama a atenção para “a necessidade de um reforço do investimento público na região” e reafirma “a sua posição, firme, coerente e determinada na defesa dos interesses dos trabalhadores e da população”. A DORBE do PCP deixa, ainda, considerações sobre alguns dos aspetos positivos que o OE para 2019 também tem, no que se refere à região e país. As declarações são de João Dias.

Neste encontro, a DORBE do PCP analisou, igualmente, o encerramento de estações dos CTT no distrito, nomeadamente em Almodôvar, Alvito, Barrancos, Cuba, Vidigueira e Aljustrel, considerando que “são um ataque inaceitável aos diretos das populações” e recordando que o Partido Comunista Português é contra a privatização de serviços públicos.

No final as nota de imprensa enviada à nossa redação, a DORBE do PCP apela à participação na manifestação nacional promovida pela CGTP, que se realiza nesta quinta-feira, dia 15, às 15.00 horas, no Marquês de Pombal, em Lisboa, “pelo avanço dos direitos sociais e pela valorização do trabalho e dos trabalhadores.”


Comente esta notícia