Escolas Serpa e Castro Verde

Recorde-se que sobre as duas escolas secundárias em questão têm sido deixados vários alertas, por parte de diversas forças políticas, comunidade educativa e autarquias, sobre o estado avançado de degradação dos seus edifícios.

Depois de quatro anos em que o PSD/CDS nada fizeram, sobre estes dois estabelecimentos de ensino, as alternativas atuais são: apenas sublinhar os problemas perpetuando as dificuldades ou concretizar uma solução que garante financiamento das obras e a reposições das condições de conforto e de trabalho para a comunidade educativa, frisa Pedro do Carmo. Neste contexto, o deputado avançou que há uma solução e explica qual é.

A Voz da Planície ouviu a Câmara de Castro Verde sobre a solução apresentada e o presidente Francisco Duarte avançou que já conhecia a proposta, mas disse também, que deixa para mais tarde uma resposta à mesma, quando a receber oficialmente. Francisco Duarte revelou contudo, em primeira mão, que a Câmara de Castro Verde fez chegar ao Ministério da Educação e à Autoridade de Gestão do Alentejo 2020, uma proposta do Município para reorganização de parte do parque escolar da vila, em termos do edificado, com exceção do Centro Escolar nº 2. Adiantou ainda, que convidou a secretária de Estado da Educação para visitar as instalações escolares de Castro Verde e que se encontra a aguardar a marcação de uma data para esta visita.

A nossa estação tentou chegar à fala, igualmente, com o presidente da Câmara de Serpa, não foi bem-sucedida, mas conta ouvir, ao longo da jornada informativa de hoje, Tomé Pires sobre esta matéria.


Comente esta notícia