Deputado Pedro do Carmo

De acordo com o Boletim Mensal do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, no final de março de 2016, mantinha-se a situação de seca na região Sul, sendo de destacar o interior do Baixo Alentejo e o sotavento Algarvio como territórios em situação de seca moderada a severa.

Em reunião de comissão parlamentar, o deputado do PS referiu-se à preocupante situação de seca no Baixo Alentejo, cujas consequências para as populações, para as plantações e para os animais suscitam a maior preocupação dos autarcas de Mértola, de Ourique e de Almodôvar, que o contactaram e a solidariedade dos eleitos locais de Aljustrel e de Ferreira do Alentejo. A gravidade da situação, numa época do ano em que a quantidade de precipitação e o volume de água no solo e no subsolo deveriam ser outras, tem gerado também grande preocupação nos agricultores e nos produtores na medida em que coloca sérios riscos à campanha de rega de 2016 e à existência de água para dar de beber aos animais, disse também, Pedro do Carmo.

A persistência da seca deve gerar uma atenção do governo em relação à situação nos mesmos termos em que os fenómenos meteorológicos extremos no campo oposto merecem a atenção solidária por parte do Estado no apoio às explorações agrícolas afetadas pelo excesso de precipitação, frisou, igualmente, o deputado do PS.


Comente esta notícia