Ferrovia e aeroporto

O ministro Pedro Marques esclareceu que o aeroporto de Beja não pode ser alternativa ao de Lisboa porque está a mais de uma hora, utilizando transportes públicos e que por isso mesmo, não pode ser complementar. Disse, também, que esta possibilidade foi estudada. Pedro Marques considera contudo, que deve ser estudada a viabilidade da ligação da linha férrea ao aeroporto e que esta infraestrutura tem um potencial que tem que cumprir na área do turismo e na sua ligação à manutenção de aviões.

Até 2020 são feitos os estudos preparatórios de viabilidade da linha férrea Beja/Casa Branca, para que possa haver depois, em 2021, financiamento para a sua concretização, revelou, igualmente, o ministro Pedro Marques, apontando as questões económicas para o novo quadro comunitário de apoio.

A portaria do estudo de viabilidade da linha férrea Beja/Casa Branca já foi publicada em Diário da República e cria condições para que em 2021 o investimento possa ser candidatado a fundos comunitários.


Comente esta notícia