Parlamento português

A audiência com a presidência da Assembleia da República está agendada para as 10.30 horas. À mesma hora, realizam-se ainda reuniões com os grupos parlamentares para apresentação do documento e das fortes razões que levam os peticionários a esperar dos(as) deputados(as) iniciativas que acabem de vez com a perversa prova de acesso à profissão docente, revela, em nota de imprensa, o Sindicato de Professores da Zona Sul (SPZS).

À tarde, a partir das 14.30 horas, será o momento do protesto e dos testemunhos. A FENPROF promove uma acção junto ao Ministério, lembrando que é no Ministério da Educação e Ciência que estão muitos dos promotores das incontáveis malfeitorias que têm sido feitas aos professores, incluindo mais esta, a prova de avaliação de conhecimentos e capacidades, frisa, igualmente, o documento do SPZS enviado à nossa redacção.


Comente esta notícia