SIMBOLO DA DORBE DO PCP

A DRA considera que há espaço para uma política alternativa, e que o PCP é a alternativa que o país precisa, e divulga que, em articulação com o Grupo Parlamentar do partido na Assembleia da República, apresenta nesta sexta-feira, às 11.00 horas, um Plano Imediato de Intervenção Económica e Social para o Alentejo, no Centro de Trabalho do Partido Comunista Português, em Beja. As declarações são de Fernando Carmosino, da DRA do PCP.

A DRA denúncia também, práticas e atitudes de dirigentes do PS a nível local ou regional que, contrariamente a posicionamentos anteriormente assumidos colocam-se agora numa posição oportunista reclamando alterações de políticas quando antes as praticaram ou apoiaram e identifica como exemplos, as políticas sociais relativas ao serviço nacional de saúde e educação ou as soluções para a gestão da água pública. As palavras são também de Fernando Carmosino.

No documento enviado à nossa redação, a DRA do PCP recorda as lutas agendadas para este mês, dia 30, manifestação dos trabalhadores da administração pública, semana de luta do STAL, de 26 a 30, em defesa das 35 horas de trabalho semanais, greve dos professores contra as provas específicas, do pessoal não docente a 20 de Fevereiro e ação da CIMBAL; ERT Alentejo e Ribatejo e NERBE/AEBAL, também a 30 deste mês, em defesa das obras no IP8 e IP2, e identifica as mesmas, como exemplos do descontentamento das populações, com as políticas deste governo.

A DRA informa ainda, que as organizações do Alentejo angariaram três centenas de novos militantes em 2014, que em 2015 comemora-se os 40 anos da Reforma Agrária e que esta data é assinalada a 7 de fevereiro, com a realização de um comício, em Évora, com Jerónimo de Sousa, que para 28 de fevereiro está agendado, para Loures, um Encontro Nacional do PCP,

E que no âmbito do 94º Aniversário do partido, o almoço Alentejo deste ano é a 15 de Março, em Santiago do Cacém, com o secretário-geral.


Comente esta notícia