Plataforma Alentejo

A reunião com a Comissão Parlamentar de Agricultura realizou-se esta semana e é Claudino Matos, da Plataforma Alentejo, quem faz o balanço deste encontro, frisando que a estratégia do movimento parece estar a resultar, mas reconhecendo contudo, que falta ganhar reconhecimento principalmente junto do poder central.

Sobre a inscrição, como prioridade, no Orçamento do Estado para 2019, da eletrificação da linha ferroviária de Beja/Casa Branca, Claudino Matos diz que o que está previsto é a realização de um estudo, que isto é “curto”, embora seja um contributo. Acrescentou que isto não chega e recordou que aquilo que a Plataforma Alentejo defende é a eletrificação e modernização da linha do Alentejo, embora o movimento saiba que este é um investimento que não pode ser feito num ano.


Comente esta notícia