Lopes Guerreiro

Revelações feitas pelo coordenador do movimento e candidato à presidência da Câmara de Beja ao "Preto no Branco" desta semana, onde frisou, igualmente, que não vai virar as costas, no caso de ser eleito vereador e que o movimento está disponível para trabalhar com todos, tal como o nome indica.

Lopes Guerreiro esclareceu também que a ideia de colocar a votação online, o cabeça de lista à Câmara de Beja foi sua e que assume o erro, tendo em atenção os resultados obtidos. Afirmou, igualmente, que o facto de ter ganho um nome e de ter avançado outro, não criou problemas no seio dos aderentes ao movimento e que acredita que a imagem do "Por Beja com Todos" não saiu beliscada.

Sobre as criticas que têm sido feitas ao movimento de ser pouco independente e bloquista, Lopes Guerreiro disse que são perigosas para quem as diz e acredita nelas, porque a votação no "Por Beja com Todos", a 29 de Setembro, pode surpreender.

Sabendo que o Bloco de Esquerda não apresenta candidato a Beja, por apoiar a candidatura do movimento, embora ainda o não tenha feito oficialmente, Lopes Guerreiro fez questão de dizer que o facto de um partido preterir um nome seu, em prol de outro é de relevar.

Para Lopes Guerreiro, o movimento é um espaço alternativo que dá voz aos que a não têm conseguido na esfera partidária e considera que a candidatura do "Por Beja com Todos" é diferenciadora por ser grande nos objectivos a alcançar, mas criteriosa nas propostas a apresentar. Neste contexto não pediu que votassem no movimento, mas sim que a população analise as várias propostas que são apresentadas para o concelho e que vote em consciência e com inteligência.

Estes são apenas excertos da entrevista concedida por Lopes Guerreiro, ao programa "Preto no Branco" da Voz da Planície, que vai para o ar nesta quinta-feira, como habitualmente, pouco depois das 18.00 horas.

Um espaço que pode acompanhar também online, através do nosso sítio, em www.vozdaplanicie.pt.

 

Comente esta notícia