Campanha cereais PCP

Naquela iniciativa, realizada na sala de reuniões da ESAB IV, no Instituto Politécnico de Beja, o deputado do PCP, no Parlamento Europeu, Miguel Viegas disse que se sabe que em Portugal não se pode produzir tudo, mas que há mínimos que são absolutamente indispensáveis. Neste contexto frisou que é preciso promover a produção alimentar e combater o défice de cereais. Miguel Viegas acrescentou que o que se passa hoje é o resultado de uma Política Agrícola Comum que incentivou o abandono da produção de cereais e que fez do nosso país um dos que no Mundo tem o mais baixo grau de abastecimento a este nível.

João Frazão, membro da Comissão Política do Comité Central do PCP, recordou que sendo os cereais a base da nossa alimentação, assim como a dos animais é preciso adaptar as produções nacionais para o objetivo da soberania alimentar. Garantir o aumento da produção, assim como preços justos à produção é imperativo, desde que, relevou João Frazão, se tenha capacidade de escoamento e controlo nas importações.

Para que estes objetivos sejam alcançados João Frazão considera que há necessidade de inverter a política atual e afirma mesmo, que isso só é possível no âmbito das negociações da PAC, que estão a decorrer e focando atenções no facto, de ser necessário direcionar os apoios para quem produz.


Comente esta notícia