reunião Jorge Rosa, Pedro Nuno Santos, Jorge Delgado

Segundo Jorge Rosa, o ministério tutelado por Pedro Nuno Santos deu a indicação que “a intervenção em decurso na praça de portagens da ligação da A26 à A2, está em fase adiantada, estando prevista a abertura ao tráfego para o próximo mês de Abril”.

Ainda relativamente às acessibilidades rodoviárias da região, Jorge Rosa frisou “o estado deplorável a que chegaram” e que, tal como Pedro Nuno Santos disse na reunião “não se consegue fazer tudo” ao mesmo tempo, apesar de ser uma justa reivindicação dos baixo alentejanos. 

O presidente da CIMBAL diz que “foi entregue” ao ministro “um levantamento exaustivo, contendo as necessidades de intervenção na rodovia do Baixo Alentejo, cuja manutenção é da esfera das Infraestruturas de Portugal”.

Nesse sentido, Jorge Rosa revela que aquilo que ficou estabelecido foi a criação de um “plano de intervenção faseado, com reabilitação e manutenção de troços calendarizados, anualmente, de forma a permitir uma rede viária condizente com as necessidades do território”. Além disso, ficou a garantia que os municípios darão “os seus contributos, priorizando os troços com maior necessidade”.

Neste encontro em que, também, marcou presença o secretário de Estado do Planeamento, Jorge Delgado a questão do IC27 também mereceu destaque, tal como revela Jorge Rosa.

Analisada foi, também, a questão das acessibilidades ferroviárias e, sobre esta matéria, Jorge Rosa esclarece que foi um “ponto mais fácil” de abordar, uma vez que, o ministro das Infraestruturas “é muito sensível às questões da ferrovia.  

Jorge Rosa termina realçando que “foi uma reunião muito positiva” e que trouxe expetativas elevadas quanto ao futuro e à resolução dos assuntos analisados.


Comente esta notícia