PORCO EM MONTADO

No colóquio as atenções estiveram todas centradas no Plano de Erradicação da Doença de Aujesky, que não é nociva ao ser humano, mas que impede as exportações da carne de Porco Alentejano, quando detectada. Nuno Faustino, o presidente da Associação de Criadores do Porco Alentejano, explicou que é preciso prevenir o aparecimento desta doença, para que as exportações da carne, principalmente para o mercado espanhol não sejam colocadas em causa.

A doença de Aujesky também conhecida por pseudo-raiva, é causada por um herpes vírus, o SHV e o hospedeiro natural é o suíno selvagem, como é o caso do Porco Alentejano criado em pastoreio livre, em extensivo e em montado de sobro.


Comente esta notícia