protesto professores

A luta dos professores pela contagem do tempo de serviço - 9 anos, 4 meses e 2 dias - parece não ter fim à vista e estão prometidas diversas formas de luta a realizar no 3º período letivo.

Manuel Nobre, presidente do Sindicato dos Professores da Zona Sul, afirma que as ações que foram definidas são anunciadas na manifestação nacional deste sábado. O sindicalista garante, ainda, que os professores não vão abrir mão daquilo que é seu por direito.


Comente esta notícia