festival TSS

A apresentação do programa da 15ª edição do TSS 2019 está marcada para as 11.00 horas.

A colaboração do Festival com instituições dos EUA, nomeadamente com a Embaixada em Portugal, iniciada em 2017, é o reflexo dos laços históricos do Alentejo com esse imenso país. O abade José Correia da Serra, natural de Serpa, foi grande amigo de Thomas Jefferson. Exerceu importante influência política nos EUA, ao longo de vários anos, e foi aí embaixador de Portugal, em 1816. Por outro lado, praticamente desde a independência americana existiriam consulados dos EUA em Odemira e Sines, sinal da vitalidade dos intercâmbios então estabelecidos e que se mantêm até hoje. As declarações são de José António Falcão, diretor-geral do TSS, realçando o que se vai passar na sessão desta quinta-feira, em Lisboa.

Para além da ligação do Alentejo ao EUA, na apresentação desta quinta-feira vão ser destacados, ainda, duas figuras portuguesas: Fernão Magalhães e Vasco da Gama, disse, também, José António Falcão.

Em 2019, o Terras sem Sombra volta a fazer a sua viagem pelas várias geografias do Alentejo, chegando este ano ao Alentejo Central.

A “aventura” musical, do património e da biodiversidade começa este mês, no dia 26, em Vila de Frades, no concelho de Vidigueira, para terminar a sua viagem em junho. Uma viagem que volta a ter Juan Ángel Vela del Campo como diretor artístico do TSS, que destaca, entre outros aspetos, “a vocação itinerante do projeto”.


Comente esta notícia