PS CASTRO VERDE

"Face a esta posição e para que a Câmara não perdesse o direito a receber a totalidade das verbas consignadas na Lei, superior a 348.998 euros", os socialistas apresentaram uma nova proposta "sem qualquer redução do IRS", aprovada pela Assembleia Municipal a 21 de dezembro, informa ainda, o documento do PS de Castro Verde.

O PS considera esta posição da CDU "incompreensível" e acusa os comunistas de impedirem "o cumprimento de uma das promessas" do seu programa eleitoral. As declarações são de Filipe Mestre, do Partido Socialista de Castro Verde.

Francisco Duarte, da CDU de Castro Verde, responde esclarecendo que a proposta socialista "é demagógica", por não abranger toda a população e que a diminuição de impostos não compete às autarquias, mas sim ao Estado central, justificando assim, o voto da Coligação Democrática Unitária.


Comente esta notícia