Partido Socialista

O Executivo da Câmara de Moura afirma que com o PS, ao contrário do que a CDU avançou, as freguesias vão receber no final de cada ano de mandato, mais 100 mil euros e acusa a Coligação Democrática Unitária de ter deixado, em 2017, àquelas entidades, uma dívida superior a 114 mil euros. Revela ainda, que, em cinco meses, este Executivo já reduziu aquele montante para pouco mais de 56 mil euros. As declarações são de Álvaro Azedo, presidente da Câmara Municipal de Moura.

O Executivo da Câmara de Moura diz também, que pretende, durante este mandato, mais cooperação e entendimento, assim como melhorar de forma sustentada, os acordos com as freguesias. Termina revelando que este Executivo quer, igualmente, pagar a totalidade da divida deixada pela gestão da CDU.


Comente esta notícia