SÍMBOLO DO PARTIDO SOCIALISTA
No documento, os socialistas consideram que não há qualquer razão claramente apresentada para se avançar com a prospecção ou exploração de hidrocarbonetos em Portugal ou no Algarve e Alentejo, e está em contraciclo com as políticas europeias.

Afirma o PS que em alternativa, alinhando com as politicas da UE, exige-se do poder central uma aposta forte no aproveitamento daquele que é o mais importante recurso natural da região, o sol. Ainda segundo, os socialistas é esse o factor mais competitivo da região, não só pelo que representa para o Turismo, como pelo potencial gigantesco que pode representar do ponto de vista das energias renováveis, na produção de electricidade, aproveitando este recurso.

Nesse sentido, os eleitos do PS na autarquia de Odemira, manifestam frontal oposição à prospecção e exploração de hidrocarbonetos no Alentejo e Algarve, feitas nestas condições, sem as devidas avaliações dos seus impactos económicos, sociais e ambientais, e sem consulta pública.

Para além da comunicação social, a declaração política dos eleitos do PS, seguiu também para os ministros da Economia e do Ambiente, a Assembleia da República e todos os grupos parlamentares e para todos os Municípios e Assembleias Municipais da área do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Comente esta notícia