SÍMBOLO DO PARTIDO SOCIALISTA

No documento enviado à nossa redação é referido que o ano 2016 trouxe novo aumento daquelas tarifas, que o mesmo foi proposto e aprovado pela maioria CDU e que teve o voto contra dos vereadores do PS, por considerarem que tanto os munícipes, como as empresas e as IPSS continuam a ser penalizados por este aumento, sem dúvida, excessivo. Apenas em cinco anos, de 2010 a 2016, a Câmara Municipal de Vidigueira aumentou em cerca de 50%, o valor final da fatura do serviço, esclareceu ainda, Idalina Galinha, da Concelhia de Vidigueira do PS.

Maria Manuel Gantes, da Concelhia de Vidigueira do PCP, responde à denuncia do PS, dizendo que não é de espantar que o façam, mas que é preocupante o facto, de não mostrarem preocupações com o futuro. Acrescentou que Vidigueira está a fazer o que determina a entidade reguladora, evitando uma dívida difícil de suportar a longo prazo e que este ano, o aumento é apenas de 5 cêntimos.


Comente esta notícia