gruta rossio

Na carta, os social democratas começam por recordar que as grutas resultaram da exploração de uma pedreira de mós que funcionou até 1628 e que as mós dali retiradas eram de fama nacional, havendo mesmo relatos que afirmam serem as melhores mós do reino e que foram utilizadas para lastro das Naus durante os descobrimentos Portugueses.

Segundo o PSD, em 2011 uma parte da estrutura colapsou, uma ocorrência que, considera, levanta graves problemas de segurança e dificulta a valorização daquele património único. As grutas são propriedade da autarquia de Alvito, por isso, “a incapacidade, quer na avaliação patrimonial, cultural, quer de uma urgente intervenção” leva o PSD a considerar “incompetente todo executivo municipal liderado pelo professor de historia e mestre em historia medieval, António João Valério, por até a data não avançar com a urgente intervenção”. António Freire, Comissão Instaladora do PSD de Alvito, dá voz ao protesto.

Contactado pela Voz da Planície, o autarca de Alvito, António João Valério remete para mais tarde uma resposta a estas acusações da Comissão Instaladora do PSD de Alvito sobre as Grutas do Rossio.











Comente esta notícia