Centro de Saúde de Ourique

Em nota de imprensa, a Comissão Política Concelhia do PSD de Ourique, diz que não se ouviu “uma palavra acerca deste assunto” por parte da Câmara Municipal, que “não se vê uma ação, nem se vislumbra uma estratégia ou solução” e que é “estranho, até porque o partido que está a frente dos destinos da autarquia é o mesmo que esta no Governo do país.” O PSD de Ourique recorda, igualmente, que a Câmara Municipal prometeu um novo centro de saúde em 2013 e em 2017 e que não cumpriu.

Rui Brito, da Concelhia de Ourique do PSD, frisa que se está a falar de um concelho onde há cada vez mais idosos a precisar de cuidados médicos e que se veem privados destes profissionais. Neste contexto, o PSD pede a intervenção da autarquia, no sentido de assumir a contratação dos profissionais em falta. Rui Brito, diz, ainda, que é preferível gastar “dinheiro” nestas contratações do que “em festas”.

O PSD de Ourique refere, também, que quando esteve à frente dos destinos deste concelho nunca descurou a área da saúde e que, no caso de regressar, esta será “sempre” uma prioridade.

Marcelo Guerreiro, presidente da Câmara Municipal de Ourique, frisou que a autarquia tem sido sempre diligente nesta matéria, explicando o que tem estado a fazer para resolver a questão da falta de médicos no Centro de Saúde. Marcelo Guerreiro acrescentou que a Câmara não tem competências na área da saúde, respondendo à Concelhia do PSD e que já fez o que lhe competia, ou seja exigiu “junto do Ministério o reforço de médicos e de assistentes técnicos e operacionais” para o Centro de Saúde de Ourique.

Em nota de imprensa, a Câmara de Ourique assegura que “os responsáveis distritais, regionais e nacional do Serviço Nacional de Saúde estão a desenvolver esforço para suprir a vaga gerada pela aposentação através da contratação direta de um profissional, da deslocação de um profissional a tempo parcial ou da mobilidade interna de um profissional presente nas imediações de Ourique”.


Comente esta notícia