SIMBOLO DO PSD CERTO

A Rodoviária do Alentejo suprimiu os serviços de transporte do concelho de Ourique, em 2013, e em nota de imprensa, a Concelhia do PSD afirma que grande parte dos transportes, que a autarquia disse garantir, já deixaram de ser feitos, havendo por isso, uma enorme redução dos mesmos, deixando a população sem alternativas para se deslocar.

Naquele documento é referido também, que a situação demonstra bem, a incapacidade de gestão e de responsabilidade do actual Executivo, liderado por Pedro do Carmo e recorda que quando o presidente da autarquia anunciou uma poupança de cerca de 30 mil euros, anuais, entre a empresa actual e o contrato que existia com a Rodoviária do Alentejo, se esqueceu que sendo a Câmara a prestar o serviço de todos os transportes, iria acarretar mais despesa aos depauperados cofres do Município.

António Rui Guerreiro, presidente da Concelhia de Ourique do PSD, lembrou que os social-democratas já tinham alertado para o facto, desta situação poder vir a acontecer, que existem falhas, que as promessas não estão a ser cumpridas e que a poupança anunciada também não se verificou.

A Concelhia do PSD diz ainda, que a Rodoviária do Alentejo meteu uma ação em tribunal contra a autarquia, porque o seu presidente cometeu uma grave ilegalidade ao atribuir a concessão a outra empresa, sem cumprir as normas legais que são exigidas nos concursos públicos. Acrescenta que até o IMTT já se pronunciou a dar razão à Rodoviária do Alentejo e que se a autarquia de Ourique for condenada em tribunal vai ter que indemnizar a dita empresa em vários milhares de euros, que vão ser pagos por todos.

A Voz da Planície contactou o presidente da Câmara para o ouvir sobre as acusações que os social-democratas de Ourique fazem, mas Pedro do Carmo não quis tecer qualquer comentário sobre as matérias em causa.


Comente esta notícia

não responde o presidente, quem cala consente! Não responde porque não tem resposta a dar,cometeu mais uma ilegalidade o espertalhoide!No dia em que ele e a sua equipa de luxo ( Nicolau, Barnabé) deixarem a autarquia , vamos ver o que lá ficou, ou melhor dizendo,o que sobrou!

José Rodrigues Carmo

30/11/-0001