Reabilitar

Vítor Picado, vereador da Câmara de Beja, explicou que através deste protocolo cabe à autarquia identificar os interessados neste tipo de arrendamento e ao IHRU dar formação aos técnicos do Município para apoio aos que procurarem os serviços municipais para a efetivação deste serviço.

Vítor Reis, presidente do Conselho Diretivo do IHRU, esclareceu que o programa tem por objetivo o financiamento de operações de reabilitação de edifícios com idade igual ou superior a 30 anos, que após a reabilitação se destinem predominantemente a fim habitacional, devendo as frações habitacionais destinar-se a arrendamento em regime de renda condicionada. Acrescentou quais as condições que devem satisfazer, particulares e instituições para acederem a este apoio.

No final da apresentação do programa ficou claro que os empréstimos concedidos pelo IHRU são feitos a 15 anos, com taxa fixa, que o financiamento pode chegar aos 90% e que as obras não podem exceder os 12 meses.

Vítor Reis revelou ainda, que já deram entrada 82 processos, no âmbito do "Reabilitar para Arrendar" e que os mesmos representam 236 milhões de euros em investimento destinado à reabilitação de 236 habitações e de 47 não habitações, sendo que a maioria está nas cidades de Lisboa e Porto.


Comente esta notícia