Assembleia Geral Cáritas Beja

Presidida pelo bispo de Beja, D. João Marcos, esta Assembleia-geral conta com a participação de membros do Arciprestado de Beja; Arciprestado de Moura; Arciprestado de Cuba; Arciprestado de Odemira e Arciprestado de Almodôvar. Marcam, igualmente, presença outros cristãos, de algum modo envolvidos no serviço fraterno na comunidade.

O lema da Assembleia Geral para este ano, procura conjugar quatro verbos centrais: “acolher, proteger, promover e integrar”, para a ação política no campo das migrações.

“Oferecer a requerentes de asilo, refugiados, migrantes e vítimas de tráfico humano uma possibilidade de encontrar a paz de que andam à procura exige uma estratégia que combine quatro ações: acolher, proteger, promover e integrar, procurando através da animação e coordenação da ação social da Diocese de Beja, apoiar a criação de serviços paroquiais de ação social de proximidade junto dos migrantes que vêm trabalhar para os campos agrícolas deste território”, refere a Cáritas de Beja, na nota de imprensa enviada à nossa redação.


Comente esta notícia