CEBAL

Nuno Vieira e Brito explicou à Voz da Planície os motivos da sua passagem pelo CEBAL e realçou a importância de se olhar para o território, para que se possam valorizar os produtos endógenos do Alentejo, dentro daquelas que são as oportunidades sugeridas pelo novo quadro comunitário de apoio.

O secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar identificou, igualmente, os montantes disponíveis no PDR 2020 e no Portugal 2020, para as áreas da investigação, conhecimento e inovação, aquelas em que o CEBAL atua.

Claudino Matos, diretor do CEBAL, fez um balanço positivo da visita de Nuno Vieira e Brito ao Centro.

O secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar ficou satisfeito com o que observou, principalmente com o facto de ter percebido que o projeto do Genoma do Sobreiro criou parcerias regionais importantes para a sua concretização, referiu Claudino Matos, mas chamou à atenção também, para a importância que assume para entidades como o CEBAL a sua integração em centros de competências:

 


Comente esta notícia

Galeria de fotos