exposição cante Serpa

“Aqui Há Cante” é a palavra de ordem desta edição, a quarta depois da elevação do cante a património imaterial da humanidade e é a frase identificativa dos vários espaços comerciais da cidade que se juntam nesta edição ao Município para comemorar o cante. Por vários locais, no âmbito da Rota do Cante, que começa neste domingo às 14.00 horas, para se prolongar até às 20.00 horas, passam os grupos de cantadores, deixando uma ou outra moda, cantando com quem o quiser fazer, animando os espaços e enchendo-os de tradição.

O programa do Cante Fest 2018 sugere, ainda, para este domingo, para a Casa do Cante, a partir das 15.00 horas, a apresentação do livro “Cantar no Alentejo”, pela autora Luísa Tiago de Oliveira e pelo editor Manuel Godoy Piñero. Às 16.30 horas, neste mesmo local, é feito o lançamento de “Cante Alentejano”, coleção de livro/CD inédita e exclusiva do jornal “O Público” e às 18.00 horas, a apresentação do livro “Cancioneiro: Modas Populares do Concelho de Serpa”, pelo autor Armando Torrão da Confraria do Cante Alentejano.


Comente esta notícia