Serpa

Aquela providência cautelar foi intentada contra o Município de Serpa pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional (STAL) e foi julgada agora procedente, impondo o regresso ao horário das 35 horas semanais.

Em nota de imprensa, a autarquia serpense recorda que aquela medida é de caráter transitório, por estar dependente da decisão final que venha a ser tomada na acção principal e lembra que, no passado dia 27 de Dezembro de 2013, foi assinado o Acordo Colectivo de Entidade Empregadora Pública entre a Câmara Municipal de Serpa, Juntas de Freguesia de Brinches, Pias, Vila Verde de Ficalho e União de Freguesias de Vila Nova de S. Bento /Vale de Vargo e o STAL, visando a permanência da realização de 35 horas semanais.


Comente esta notícia