Museu Serpa desinfectante

O Castelo, o Museu Municipal de Arqueologia, com lotação máxima de quatro pessoas, sem acesso a documentação e a Galeria Municipal de Arte Contemporânea, com lotação máxima de sete pessoas, sem possibilidade de acesso ao catálogo, já reabriram ao público, no entanto, a entrada está sujeita ao uso de máscaras, desinfectante e respeitando os circuitos de circulação pré-definidos.

A Biblioteca Municipal Abade Correia da Serra também já reabriu com um serviço de take away, em que cada utilizador escolhe através do catálogo on-line, podendo requisitar até cinco livros, três DVD e três CD, com prazo de empréstimo alargado para um mês. Os documentos em circulação ficam sujeitos a quarentena preventiva, para segurança de todos. Para já, apenas uma pessoa pode entrar no espaço de cada vez, sendo necessários que os restantes leitores aguardem no exterior, respeitando o distanciamento de dois metros entre si.

Os horários destes equipamentos municipais são alterados e passam a funcionar das 9.00 às 14.00 horas, até ao final deste mês.

Também o Museu do Relógio, que este ano completa 25 anos de existência, tem reabertura prevista para amanhã e promete algumas novidades que foram preparadas durante o período de encerramento, nomeadamente a abertura de uma nova sala do Mosteirinho, cedida pela família Tavares de Almeida. Neste novo espaço estará disponível ao público, entre outros, um brasão do século XVII, agora restaurado, pertencente à família Bocarro.

O Museu do Relógio vai manter os seus horários de funcionamento, de 3ª a 6ª feira, das 14.00 às 17.30 horas, e aos sábados, domingos e feriados, das 10.00 às 12.30 horas e das 14.00 às 17.30 horas.


Comente esta notícia