SONGS AND DAWNS

Cruzaram-se numa noite fria de Inverno, descobriram-se nos versos de um poema. Reinventaram-se. Enlaçaram-lhe os acordes de uma guitarra. E deixaram-se, assim, envolver pelo denso arrastar das madrugadas. Retiraram da alma o pó e das canções alimento. Aconchegaram-lhes a forma e moldaram-nas aos contornos das suas vivências.

São Songs & Dawns. Duas vozes e uma guitarra. Dois. Envoltos nas histórias e desventuras de um relacionamento. São rock & blues revisitados. 


Comente esta notícia