TSDT

O  Sindicato Nacional dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica revela que este protesto já afectou muitos serviços com paralisações a 100%, em diversas instituições e níveis de adesão superiores a 85%.

Os Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica garantem que não vão ficar de braços cruzados, não vão deixar de lutar pela defesa da revisão e regulamentação da sua carreira e exigem que seja reposta a igualdade de tratamento com outras carreiras.

Recorde-se que, já esta semana, as estruturas sindicais representativas dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica numa reunião, no Ministério da Saúde, foram confrontadas com uma nova proposta que traz alguns reajustes em posições salariais, contudo muito longe dos objectivos traçados pelos sindicatos que decidiram manter a luta.

Os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica são constituídos por 18 profissões e abrangem áreas como as análises clínicas, a radiologia, a fisioterapia, a farmácia, a cardiopneumologia, entre muitas outras, num total de cerca de 10 mil profissionais em exercício nos serviços públicos de saúde que querem ver a sua carreira regularizada.



Comente esta notícia