grupo odemira

No sábado, às 14.30 horas, realiza-se, uma visita guiada ao património do centro histórico de Odemira, onde é dada a oportunidade de se conhecer, entre outros valores patrimoniais ainda pouco conhecidos do público, a surpreendente igreja da Misericórdia, que possui extraordinárias pinturas murais.

À noite, a partir das 21.30 horas, a Igreja de São Salvador recebe o concerto que marca a estreia do ensemble "Polyphōnos", recentemente fundado pela soprano Raquel Alão e cuja direcção artística se encontra a cargo do barítono e musicólogo José Bruto da Costa.

No domingo de manhã, o percurso dedicado à biodiversidade vai explorar, numa viagem a bordo de barcos, os meandros do Mira, propondo um olhar renovado sobre os gradientes do grande rio do Sudoeste. Ao longo do percurso, serão reconhecidos, os pontos mais relevantes deste rio, que se caracterizam pela sua espectacular cenografia, e analisadas as principais ameaças que se fazem sentir sobre eles.

O Festival Terras Sem Sombra, com entradas entradas,  é organizado pela Pedra Angular-Associação dos Amigos do Património da Diocese de Beja e pelo Departamento do Património Histórico e Artístico desta Diocese. O evento prolonga-se até ao dia 2 de Julho, seguindo para Ferreira do Alentejo, Santiago do Cacém, Castro Verde, Serpa, Sines e Beja, sob o título "Do Espiritual na Arte Identidades e Práticas Musicais na Europa dos Séculos XVI-XX".






Comente esta notícia