feira de castro

Esta é das maiores e mais emblemáticas feiras tradicionais que se realizam anualmente no sul do País, é um momento alto na vida dos castrenses e uma referência no valorizar da região.

Paralelamente à feira, a Câmara Municipal de Castro Verde dinamiza um variado programa iniciativas, na sexta-feira, há música com o “Grupo Rastolhice” e um concerto com a banda “70 Volts”.

No sábado, destaque para o 1º encontro de castrenses na diáspora que se realiza pelas 12.30 horas, na Escola Secundária de Castro Verde, o objectivo é reunir num almoço-convívio, os castrenses que vivem fora do concelho.

O concerto “Remember Zaranza”, agendado para sábado, é um dos momentos altos da Feira de Castro, uma noite para recordar a banda formada por jovens castrenses na década de 70 e alguns dos temas que marcaram esta época. Ainda no sábado, na Praça da República, actuam “Os Lobitos”, um concerto para ouvir êxitos internacionais, quizomba, mornas e música de baile. A noite encerra ao som das sonoridades eletrónicas dos DJ’s Massive Child e Bruno Zarra.

O “1.º Encontro de Bigodes”, outra das novidades desta Feira de Castro, promete levar, no sábado à tarde, a partir das 17.00 horas a Castro Verde bigodes de diferentes tamanhos e feitios, convívio e boa disposição.

Ao longo dos três dias, há outras iniciativas a destacar como o desfile de grupos corais, cante ao despique e baldão, animação de rua, folclore, canicultura e mostra de aves. Durante o fim-de-semana, a Associação 100Trilhos promove o “3.º Encontro de Paramotor”, na Herdade da Cavandela.






Comente esta notícia