KENNEDY CENTER

O Rancho de Cantadores de Aldeia Nova de S. Bento é um agrupamento “clássico” da música tradicional alentejana e a atuação desta segunda-feira, dia 14, no Millenium Stage do Kennedy Center é transmitida, em direto, pelo canal de TV da instituição, com audiências significativas, dentro e fora dos EUA. Isto é mostrar o cante nos grandes palcos do mundo, frisa José António Falcão, diretor-geral do Terras sem Sombra (TSS).

A atuação do grupo está marcada para as 18.00 horas e esta sua passagem pelos EUA é universalizar o cante, ou seja apresentá-lo à escala global, deixou claro, ainda, José António Falcão.

O TSS tem uma delegação de mais de 50 pessoas nos EUA até ao dia 16 deste mês e afirmar o Alentejo enquanto destino privilegiado de arte e natureza é o objetivo do Festival, uma organização da Associação Pedra Angular, que apresenta, em 2019, a 15.ª edição.

O périplo por terras do Tio Sam é acompanhado por presidentes e vereadores de câmaras municipais – como Beja, Serpa, Ferreira do Alentejo, Cuba, Vidigueira ou Sines –, mas também responsáveis por algumas das principais empresas da região, entre elas o Porto de Sines, a EDIA, o Vale da Rosa, produtora de uva de mesa em larga escala, a ACOS, que organiza a OVIBEJA, a Adega Cooperativa da Vidigueira ou as agências de Desenvolvimento Regional e de Promoção Turística do Alentejo que realizarão reuniões com entidades locais. Entidades que começam, também, nesta segunda-feira, as diversas reuniões, e encontros, marcados para estes dias, com instituições locais.

O dia de hoje termina com receção e jantar na residência da Embaixada, com atuação musical e mostra da gastronomia do Alentejo.


Comente esta notícia