Hospital Beja

No documento enviado à nossa redação é referido que “o serviço de urgência pediátrica da ULSBA não estava dimensionado nem tinha condições de adaptabilidade na estrutura física existente para cumprir as normas exigíveis para a prestação de cuidados face ao desafio da pandemia” e que “neste sentido encontra-se concluída a instalação da urgência de pediatria em módulos contentorizados, salvaguardando todas as condições necessárias”, tendo o seu funcionamento iniciado no passado mês de julho.

É referido, também, que “o serviço de urgência geral da ULSBA, à semelhança da urgência de pediatria, também não estava dimensionado para esta nova realidade” se procuraram novas condições “físicas” que permitissem “o estabelecimento de circuitos completamente separados, com as dimensões adequadas, garantindo assim a qualidade e segurança necessárias para profissionais e utentes.” Avança a ULSBA que neste contexto “estão em curso os trabalhos de instalação e montagem da estrutura modular de ampliação do Serviço de Urgência geral, que deverá ficar disponível no final” deste mês.

A ULSBA avança, ainda, que “a nova estrutura tem espaços individualizados de triagem, consulta, SO, sala de espera, entre outros, o que permite assegurar a resposta à situação de pandemia e de temperaturas extremas com qualidade e segurança para todos.”


Comente esta notícia