Médicos Internos da ULSBA

Dos novos 15 médicos internos, 7 são médicos internos para a formação específica nas especialidades de Medicina Intensiva, Cirurgia Geral, Psiquiatria, Pediatria, Medicina Interna, Ortopedia e Ginecologia-Obstetrícia. Os outros 8 são médicos internos para formação geral, ou seja para o antigo ano comum. Este grupo junta-se aos 49 internos que estão, atualmente, em formação na instituição.

A vinda de médicos internos para a ULSBA é sempre encarada com grande satisfação, uma vez que promove a dinamização dos serviços clínicos e cria a possibilidade de fixação destes recursos humanos tão necessários à região. As declarações são da médica Vera Guerreiro, diretora do Internato Médico da ULSBA, que explica como vão ficar distribuídos estes novos 15 profissionais.

A sessão de boas-vindas, aos novos 15 médicos internos, realizou-se no passado dia 2 e contou com a presença de membros do Conselho de Administração, Direção do Internato Médico, diretores dos serviços e Comissão de Internos da ULSBA.

Recorde-se que o Internato Médico realiza-se após a licenciatura ou mestrado integrado de Medicina, sendo os primeiros doze meses de formação geral. Este primeiro período de formação tutelada, de natureza prática e teórica, visa preparar o médico para o exercido autónomo e responsável da medicina. Após a formação geral, os médicos candidatam-se a um concurso nacional para a escolha de uma especialidade, que corresponde ao período de formação especializada, cuja duração varia consoante a especialidade.


Comente esta notícia