Hospital Beja

Foi elaborado o “Plano de Contingência, de carácter dinâmico, no qual estão definidos procedimentos, responsabilidades e medidas específicas a adoptar, ao nível da saúde pública, dos cuidados de saúde primários, hospitalares e continuados, para mitigar as consequências desta infecção”. 

A ULSBA afirma que “é importante esclarecer que para os doentes que venham a necessitar de internamento, existem, e estão já estabelecidas, no Hospital de Beja, áreas exclusivas, com circuitos próprios e com equipas de saúde devidamente preparadas para receber os doentes”, ou seja, “tem a capacidade de internamento instalada”.

Na nota de imprensa, é ainda revelado que na “Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente, apetrechada com o equipamento e logística necessários, foi aumentada a capacidade de internamento”.

Quanto aos Centros de Saúde da ULSBA a aposta é feita na proximidade entre as equipas de saúde e os utentes, privilegiando os canais alternativos de contacto (telefone e e-mail), sempre prontos para receber as dúvidas e prestar os esclarecimentos necessários à população.

Durante este processo, a ULSBA revela que tem recebido ajudas valiosas da parte de entidades oficiais e empresas privadas, que muito agradece e que servem de alento para “continuar a preparar tudo ao mais ínfimo pormenor e, sempre, de acordo com as directrizes da Direcção-Geral da Saúde e em função da evolução dos acontecimentos”.


Comente esta notícia