João Rocha EMAS

Resolver os problemas de Beja e do concelho é o objetivo do conjunto de obras apresentado e para atingir este fim, a autarquia e a EMAS têm um relacionamento estreito frisou o presidente da Câmara João Rocha. Acrescentou que o lançamento de todas estas obras em simultâneo, e que vão culminar na Rua Afonso III e na Rua da Lavoura, tem como finalidade estratégica fazer de Beja "uma cidade igual para todos".

Alexandre Leal, Administrador da EMAS, revelou que que está traçado um plano de investimentos até 2020, que se espera puder vir a contar com financiamento comunitário, mas que requer um esforço financeiro acrescido num conjunto de obras, começando em 2016, as que foram consideradas prioritárias. Avançou, igualmente, que estão previstas intervenções no Bairro Social e da Apariça, assim como nas freguesias de Salvada, Trindade e Albernoa.

Também nesta cerimónia, a EMAS fez a apresentação da sua nova imagem, que consiste na mudança do logótipo, a partir de 1 de março.


Comente esta notícia