Vendedores Peixe

Em causa está o facto de terminar, hoje, o prazo dado pelo município a estes comerciantes para se retirarem do espaço do Mercado. Contudo, os comerciantes alegam que não foram criadas alternativas e que, neste momento, não têm um local onde possam continuar a sua atividade, apesar de a Câmara ter garantido, há cerca de duas semanas, que estes vendedores seriam transferidos e instalados num antigo espaço comercial nas imediações do Mercado Municipal.

À Voz da Planície, vendedores de peixe, de fruta e de carne mostraram o seu desespero, dizendo que o espaço para onde deveriam ser transferidos, amanhã, ainda não está preparado para os receber e temem, portanto, o futuro. 


Comente esta notícia