Rega

Esta é uma notícia que garante a finalização do regadio do Alqueva, em 2015, como tinha sido anunciado pelo Governo e que resulta do facto, do mesmo merecer destaque no Plano de Desenvolvimento Rural (PDR) 2014-2020, bem como o conjunto de infraestruturas presentes nos restantes perímetros de rega.

Naquela vertente está prevista uma alocação financeira específica do FEADER - Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural, com vista ao desenvolvimento do potencial endógeno da área de influência do empreendimento de Alqueva.

Esta novidade foi dada em primeira mão ao programa "Agricultores do Sul", por António Costa da Silva, da CCDRA - Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Alentejo, decorrente também, da reunião realizada esta semana, em Évora, no âmbito da Comissão de Acompanhamento do INALENTEJO. António Costa da Silva explica, em pormenor, como foram conseguidas as verbas em falta e identifica os montantes disponíveis para finalizar Alqueva.

A ministra da Agricultura veio, entretanto, a público dizer que o Governo tem a certeza, dada por Bruxelas, de que pode usar fundos estruturais para financiar as obras que faltam para terminar o regadio do Alqueva. De referir ainda, que a CCDRA está a desenvolver, com as entidades da região, um Plano de Acção regional 2014-2020, aprovado por unanimidade, que considera a conclusão de Alqueva fundamental para a alteração do Modelo Agrícola Regional.


Comente esta notícia