Serpa

Neste sentido, os vereadores do Partido Socialista, propõem que o município de Serpa “implemente urgentemente mais medidas de apoio, por tempo indeterminado”. Medidas de apoio que assentam em 3 vertentes: famílias, comércio local e empresas do concelho.

A proposta dos vereadores do PS, que irá ser votada na próxima reunião de Câmara, elenca 12 medidas que incluem a “isenção total do pagamento da água, saneamento básico e resíduos às IPSS do concelho”, assim como a isenção de “50% do valor das faturas referentes ao mês de Março” e de “100% em Abril e Maio, a todos os munícipes que, comprovadamente, manifestem perda de rendimentos, do pagamento pelo abastecimento de água, saneamento e resíduos sólidos urbanos”.

Reforçar o “apoio logístico e do fornecimento de EPIs e bens de primeira necessidade às Juntas e Uniões de Freguesia, ao Centro de Saúde, escolas, GNR, Bombeiros e IPSS do concelho” é outra medida proposta pelos vereadores do PS.

A par destas propostas, os vereadores pedem igualmente, a “isenção do pagamento de rendas de ocupação de espaços comerciais municipais” e a “isenção do pagamento de taxas de ocupação da via pública e de publicidade”.

Defendem também o “pagamento imediato da dívida existente aos fornecedores locais, bem como “o pagamento imediato nas aquisições a realizar entre os meses de Março e Outubro. “Estabelecimento de um programa de aquisições nos fornecedores locais” é também uma ação sugerida. Todas estas medidas são explicadas por Manuel Soares, vereador do PS no município de Serpa. 

A par deste leque de propostas, e tal como esclarece Manuel Soares, os vereadores do PS defendem que o município deve “abdicar de 50% da Derrama às empresas com volume superior a 150.000M”. Além disso, sugerem a “implementação do programa abem: Rede Solidária do Medicamento”, apoio psicológico e apoio ao cuidador.

Manuel Soares frisa a importância da implementação das medidas propostas pelos vereadores do PS, “dentro daquela que será a disponibilidade de tesouraria”. Acrescenta que houve, por parte do executivo municipal “acolhimento das propostas”.

No comunicado, “os vereadores do Partido Socialista eleitos no Município de Serpa” recordam que “desde a primeira hora que, neste contexto da pandemia Covid19, apresentaram total disponibilidade e mostraram solidariedade para com o executivo CDU, salientando que o tempo é de Convergência e de União entre todos”. 


Comente esta notícia