PRENDAS DE NATAL

Segundo inquérito realizado pelo Observador Cetelem, este ano, artigos de roupa e acessórios de moda continuam no topo da lista de desejos. Logo de seguida encontram-se os produtos culturais e os artigos de maquilhagem e perfumes.

Os portugueses gostariam ainda de receber relógios, joias e bebidas. Por outro lado, as prendas monetárias, que no ano de 2019 estavam no top 3 de desejos, este ano são mencionadas por apenas 12% dos portugueses. A intenção de oferecer presentes mantém-se estável, sendo referida por 89% do português.

Porém o Natal é altura para dar e receber, na lista das ofertas encontramos igualmente os produtos culturais e o vestuário (50%) - com uma quebra de 23% face a 2019. Também os vinhos e outras bebidas parecem ser bons presentes para oferecer, pelo menos para 45% dos portugueses. 47% comprarão ainda brinquedos, um valor próximo ao registado no ano anterior.


Comente esta notícia