águas residuais

As entidades envolvidas neste protocolo pretendem desenvolver um projeto piloto com vista à divulgação do potencial da reutilização de água residual para rega junto de outros possíveis utilizadores. Esta água, proveniente da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Vidigueira, permitirá a redução de cerca de 30 000 m3/ano do volume de água subterrânea captada pelo Município para rega.

A reutilização de água residual tratada deve ser encarada como uma alternativa à água natural no que respeita à rega e pode ser vista como “fonte” de matéria orgânica e de nutrientes para as plantas como nitratos e fósforo, reduzindo a necessidade de recorrer a fertilizantes comerciais, mas sempre acautelando a proteção da saúde pública, do ambiente e dos recursos hídricos, refere a Câmara de Vidigueira no documento enviado à nossa redação.


Comente esta notícia