Mário simões nova fotografia

O parlamentar frisou também, que viu no concelho de Vidigueira duas realidades diferentes, a que beneficia da água de Alqueva e a que se localiza junto do planalto do Mendro e que não tem acesso a este bem. Neste contexto referiu que lhe foi deixada pelos agricultores, a nota de que existe o açude do Pedrogão que pode fornecer a água de Alqueva a quem quer beneficiar dela e avançou que existe por parte da EDIA, uma estratégia de expansão para esta zona.

Mário Simões deixou, igualmente, uma nota positiva sobre a Herdade do Moinho Branco, que se expandiu, passando de quatro hectares e meio para 114, da aposta que faz na produção de vinho branco, para exportação e o facto, de ter introduzido no Alentejo, a casta Alvarinho, com sucesso.

O parlamentar fez questão de referir ainda, a estratégia de sucesso da Adega Cooperativa da Vidigueira, na exportação, na renovação da sua imagem e na criação de uma Associação de Produtores.

Na sua passagem pelo concelho de Vidigueira, o deputado do PSD realçou também, o trabalho de uma queijaria que visitou e que não tem mãos a medir no que à produção se refere e o projecto novo de uma bagaceira de uva, que recebeu um prémio num certame internacional.


Comente esta notícia