vozes do imaginário
Trata-se de um coro de vozes femininas, que se dedica ao vasto repertório das polifonias tradicionais portuguesas para vozes femininas. O legado de Michel Giacometti e F. Lopes Graça é o elemento de partida desta revisita à tradição musical portuguesa, englobando desde as polifonias femininas do Minho até às modas de trabalho do Alentejo, canções de romaria das Beiras, cantos das festas natalícias do Minho ao Algarve e ainda canções de José Afonso.

A inclusão de sonoridades de instrumentos como o contrabaixo, percussões e sopros, conferem a este grupo características invulgares, estabelecendo uma curiosa ponte entre a tradição e o nosso tempo.

Um espectáculo organizado pela Fundação INATEL com o apoio da Câmara Municipal de Beja.

Comente esta notícia