Women On Scene

Gisela Cañamero, a coordenadora do projeto Women On Scene, explica como nasceu esta ideia. A WOS pretende dar visibilidade à singularidade da voz de mulheres, que através da criação artística no teatro e na performance, projetam o seu modo de viver e de partilha, na reflexão, vivência e transfiguração do mundo.

A Women On Scene pretende mostrar, trazer à discussão e ampliar o trabalho de mulheres autoras, e criadoras, abrangendo os modos de criação literária, performativa e plástica.

Gisela Cañamero apresenta o projeto e fala sobre os apoios que esta revista tem merecido, realçando, entre outros, a Direção Regional de Cultura do Alentejo.

Gisela Cañamero, coordenadora do projeto, realça que a mulher que faz um percurso nesta vida “assume uma coragem extraordinária”, por ser um caminho difícil, e que representa um trabalho que para além de exigir um “esforço extraordinário de solitude”, pois estas mulheres não são só criadoras como também produtoras, vendedoras, relações públicas, e acabam por realizar várias tarefas.

A primeira edição desta revista é dedicada a Fernanda Lapa, atriz portuguesa, que após partilhar o seu testemunho de vida à WOS, acabou por falecer inesperadamente pouco tempo depois.

Gisela Cañamero descreve a importância que assume para esta publicação o testemunhos das mulheres que a integra.

A apresentação realiza-se hoje, por volta das 19h, na Biblioteca José Saramago em Beja e conta com 27 lugares disponíveis.



Comente esta notícia