Grupo Coral Casa do Povo Serpa

Tomé Pires, presidente da Câmara Municipal de Serpa, o Município responsável pela organização do Encontro de Culturas e que esteve na dianteira da candidatura do cante alentejano a património imaterial da humanidade, revelou à Voz da Planície, que a UNESCO fez, há dois dias, a aceitação formal da mesma.

Tomé Pires, presidente da Câmara de Serpa, referiu também que o X Encontro de Culturas começa com a inauguração de uma exposição sobre o cante alentejano e que volta a centrar atenções no mesmo, segunda-feira, dia 10, com uma conferência protagonizada por Paulo Lima que vai falar da candidatura do cante a património imaterial da humanidade e Rui Vieira Nery que vai centrar atenções no fado.

Tomé Pires revelou ainda, que no ano em que se assinala a décima edição do Encontro de Culturas, o evento apresenta novidades, trazendo outras culturas a Serpa.

A inauguração da exposição de pintura "O cante", de Luís Galrito, na Casa do Cante, às 17.00 horas, marca a abertura oficial do X Encontro de Culturas em Serpa e a enRede - Rede Internacional de Municípios pela Cultura, presidida pela autarquia serpense, abre o evento, em termos musicais, às 22.00 horas, na Praça da República, com um espectáculo que reúne artistas dos vários municípios, nacionais e internacionais, que a integram.

A programação desta noite inclui, igualmente, o concerto da angolana Aline Frazão, à meia-noite, no Castelo.


 

Comente esta notícia