Ovibeja 2018

No fecho de mais uma edição da Ovibeja, Claudino Matos, diretor-geral da ACOS – Agricultores do Sul, fez um balanço "muito positivo" dos cinco dias de feira e referiu que a mesma demonstrou a vitalidade que certame e agricultores continuam a demonstrar nestas mais de três décadas de realizações.

A Ovibeja é sempre o palco escolhido por diversos decisores políticos, nacionais e locais e este ano, a 35ª edição, não foi exceção. Na Ovibeja 2018 só não esteve o primeiro-ministro, António Costa.

Marcelo Rebelo de Sousa foi o primeiro a visitar o certame. O presidente da República fez a habitual visita pela feira e disse, em entrevista exclusiva à Voz da Planície, que o momento alto do certame foi a homenagem a Manuel de Castro e Brito.

António Costa não esteve na feira deste ano, mas Capoulas Santos, ministro da Agricultura acompanhou a grande feira do Sul, recordou o “amigo” Castro e Brito, frisou que esteve nas 35 edições e ouviu as preocupações dos agricultores. Quando foi questionado sobre os atrasos nos pagamentos do PDR, referiu que é o 3º com melhor execução financeira.

No primeiro dia de feira também esteve no certame o Comissário Europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, que se mostrou emocionado com a homenagem a Castro e Brito e que se referiu à Ovibeja como uma feira de grande dimensão conhecida fora de Portugal.

No segundo dia de Ovibeja foi Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP, a marcar presença na feira e na sua passagem pelo certame mostrou-se preocupado com o facto, de puderem vir a diminuir os apoios para a agricultura no Portugal 2030.

A grande maioria dos líderes políticos escolheu o penúltimo dia de feira para visitar o certame, entre eles, Rui Rio, Catarina Martins, Assunção Cristas. Também esteve na feira, o deputado do Partido Ecologista "Os Verdes", José Luís Ferreira.

O presidente do PSD, Rui Rio, na sua passagem pela Ovibeja, considerou que a feira demonstra a “pujança” do interior.

Catarina Martins, coordenadora nacional do BE, falou da importância da Ovibeja e frisou que é presença assídua na grande feira do Sul.

Assunção Cristas, presidente do CDS-PP, deu nota negativa ao Governo nos apoios aos agricultores e revelou que vai chamar o ministro da Agricultura ao Parlamento para se explicar sobre esta matéria.

José Luís Ferreira, deputado do Partido Ecologista “Os Verdes”, frisou que a Ovibeja valoriza o setor agrícola.

Esta foi a 35ª edição e nela foi lançado, igualmente, o livro que conta a história de mais de três décadas de Ovibeja.


Comente esta notícia

Galeria de fotos