prova professores

Manuel Nobre, presidente do Sindicato de Professores da Zona Sul (SPZS), estrutura afeta à Fenprof, identifica os motivos que levaram ao pedido de alargamento do calendário negocial, dizendo que as propostas atuais podem deixar milhares de professores de fora do processo de vinculação extraordinária.

Manuel Nobre identificou também, as outras questões urgentes que continuam sem resposta por parte da tutela.

A ronda pelas escolas do país começa na próxima segunda-feira, dia 9 para se prolongar até 12 deste mês. Para o distrito estão agendadas duas auscultações, uma dia 10, em Beja, na Escola Diogo Gouveia e outra no dia 11, em Moura.


Comente esta notícia