Voltar

Atualidade fotogaleria

Arménio Carlos defende que a água não pode ser um “negócio”

Atualidade fotogaleria

Arménio Carlos defende que a água não pode ser um “negócio”


A União de Sindicatos do Distrito de Beja realizou, hoje, na capital de distrito, uma tribuna pública em defesa da água pública e da gestão pública da água.

Nesta iniciativa onde estiveram dezenas de trabalhadores marcaram presença para além de dirigentes sindicais da região, José Correia, Presidente do STAL e Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP.

Arménio Carlos afirmou que numa altura em que o Governo pretende avançar com a “privatização” da água é fundamental a aliança, entre trabalhadores do sector, população e forças políticas. O secretário-geral da CGTP reafirmou a ideia que a água é um bem público e que pode haver negócios para tudo menos para este bem precioso à vida.

Arménio Carlos chamou ainda atenção para o facto de não ter resultado noutros pontos do País aquilo que “alguns” querem fazer no distrito de Beja, referindo-se à agregação de municípios para a gestão da água em baixa.

José Correia, presidente do STAL, afirmou que não é verdade que as empresas municipais deixam de ter acesso a fundos comunitários se não estiverem agregadas, uma ideia que tenta ser passada por aqueles que defendem a agregação.


PUB
PUB
PUB

Música

Ana Bacalhau celebra a luta das mulheres em "Por Nos Darem Tanto"

Acabou de tocar...

BEJA meteorologia
Top
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização.