Hospital Beja

Os profissionais a contratar são maioritariamente enfermeiros, mas também estão incluidos assistentes operacionais, técnicos superiores e técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica.

De acordo com a ARSA-Administração Regional de Saúde do Alentejo esta medida pretende fazer face ao impacto da redução do período semanal de trabalho de 40 para 35 horas.

Ainda segundo a ARSA, “para além deste reforço de pessoal, tem vindo também a ser autorizada a substituição de profissionais ausentes em 2018 por razões relacionadas com motivos de parentalidade e, salvaguardando o principio de contratação de um trabalhador por cada um que sai, foi também possibilitada a celebração de contratos sem termo para substituição de trabalhadores directamente afectos à prestação de cuidados de saúde, que cessem funções a título definitivo, por aposentação, reforma ou cessação de contrato de trabalho sem termo”.



Comente esta notícia