Maias

Durante a cristianização estas festas foram sempre mantidas em regiões cuja atividade económica se baseava na agricultura. São festas da ruralidade. Talvez por esta razão Beja soube manter durante mais de 2.000 anos esta velha tradição romana.
Hoje, substituem-se as sacerdotisas por crianças, em que se costuma pedir "um tostãozinho para a Maia que não tem saia", continuando a trajar de branco, a cor da pureza, colorida com as flores silvestres. As declarações são de Florival Baiôa, da adpBeja, que revelou o programa agendado para sexta-feira e sábado.

Florival Baiôa deixou ainda, a indicação de que se encontram a decorrer as inscrições para a participação na Festa das Maias, referindo que as mesmas podem ser feitas até sexta-feira, na sede da AdpBeja, nas Portas de Mértola, ou no caso de preferir através do sítio na Internet, em www.adpbeja.pt.

A Festa das Maias é organizada pela adpBeja, com o apoio da autarquia bejense.


Comente esta notícia